terça-feira, agosto 01, 2006

A primeira noite depois do casamento.

Dia quinze de Agosto, depois de abandonar a festa do seu próprio casamento, depois de dançar todas as músicas idiotas que havia para dançar, depois de beijar todas as tias velhas que havia para beijar, depois de abraçar todos os balofos alcoolizados que havia para abraçar, atirou o fato para o canto do quarto, olhou para a mulher suada que roncava em cima da cama. Não tinha sono, mas sobretudo não tinha tesão para o que quer que fosse.

Vestiu de novo as calças do fato, roubou uma mola da roupa no estendal da vizinha e sem camisa percorreu numa bicicleta apaneleirada as ruas desertas da aldeia.

Vinte minutos depois o selim já tinha feito estragos para três dias...


| Jardim de Serralves | Porto | Junho de 2006 |

7 comentários:

Armindo de Jesus disse...

É fundamental manter sempre a aparência impecável diante do
marido.
(Jornal das Moças, 1957)

bravosdomindelo disse...

JL, onde vais buscar estas coisas???

JL disse...

Compro-as na mercearia da esquina antes de voltar para casa. :)

Max @ Devaneios Desintéricos disse...

Tenho que começar a ir a essa mercearia, também...:))

JL disse...

Tratarei de pedir comissão :))

filipelamas disse...

Parabéns pela incomum qualidade do blog!

pr_republica disse...

linkei-te. espero que não haja problema.

beijito
joana santos