segunda-feira, dezembro 28, 2009


| para os lados de edrosa | virado a norte | ao fim de tarde | dezembro 2009 |

terça-feira, dezembro 01, 2009

quarta-feira, novembro 11, 2009

A Nossa Parede

É no próximo sábado, às 17h. Vão lá ter.
Aqui fica uma antevisão.

---------------------------------

PORTO, Sábado, 14 de Novembro
Rua Santa Catarina, 777 - 1º.

[o que fazer com uma parede vazia?...]

O alt.blog, disponível em blog.fotoalternativa.net desde 2007, é o tema escolhido para a 2ª exposição do espaço_ALT.
Com cerca de 1000 fotografias, construímos uma parede que, em imagens, conta a nossa história. Pessoas, lugares vazios, cidades, intimidades... Uma história aos quadradinhos onde o visitante é convidado a levar um pedaço para casa.

[o que fazer com uma parede vazia?... construímos uma outra parede.]

---------------------------------



---------------------------------

domingo, novembro 08, 2009

De olhos vidrados

Revi ontem à noite as imagens da tomada das fronteiras em Berlim e consequente destruição do muro nos dias seguintes.

Dou aqui o meu pequeno contributo para que um dia, uma pesquisa no google pela palavra cretino, tenha como resultado o avante.


| para os lados de penhas juntas | vinhais | outubro | 2009 |

quinta-feira, novembro 05, 2009

Roxo e não lilás.

Hoje apetecia-me deixar aqui um elogio a um dos nossos mais notáveis deputados. Mas lembrei-me depois que é mais fácil andar por aí a depreciar deputadas. Tão fácil como andar a bater em velhinhos. Mas nem uma coisa nem outra fazem o meu estilo.

Hoje deito-me cedo. Mais ou menos.



| sala roxa | casa da música | porto | novembro | 2009 |

segunda-feira, outubro 19, 2009

Contas feitas

O comentário político, seja na televisão, seja num reles blogue está cada vez mais reduzido à versão empiriquitada de um programa do Manuel Luis Goucha: banalidades, apreciações de circunstância, hipóteses e opinião parcial. Sobre as últimas eleições fiquei com a sensação estranha que ninguém percebeu nada do que aconteceu. O que em certo sentido é bom.

Acho no entanto que alguém (espero que não me calhe a mim) devia explicar aos senhores políticos (e aos outros senhores da televisão também) um conceito relativamente complexo. A ideia é a seguinte:

Imaginemos que dois partidos estão empatados, isto é, têm exactamente o mesmo número de votos. Se se der a deslocação de um voto (e apenas um) entre os dois partidos, a diferença de resultados finais será não de um, mas de dois votos.

Pensem lá nisso antes de mandarem bujardas. Ah... o mesmo raciocínio é válido se pensarem em potências de dez. :)


| cavalo branco | westbury | uk | julho | 2009|

quarta-feira, outubro 07, 2009

Vou olhando para algumas das fotografias e vou-me lembrando muitas vezes dos Smiths. Sonhadores e sonhadoras, "a vicar in a tutu".



| a potencial casa do padre de saia aos folhinhos | wells |junho 2009 |

terça-feira, outubro 06, 2009

Plim, plim, plim.

Ao fundo ouço o bater das teclas de um piano. Como a cena de rua do Eyes Wide Shut. Atrás de mim foge-me um país que desprezava mas com quem finalmente me encantei. A música toca a pouco e pouco. Atravesso a rua, dobro a esquina. Olho para trás e sorrio. Não sei bem porquê.


| o olho de londres | londres | uk | 2009 |

quinta-feira, outubro 01, 2009

Adeus e boa sorte.

Cavaco Silva perdeu, no Domingo, as esperanças num segundo mandato. No entanto isso só se tornou obscenamente óbvio terça-feira por volta das 20:20h.

Há no entanto alguém que ainda o pode ajudar: José Sócrates ao escolher desastradamente, tal como da última vez, aquilo que fará com este assunto.



| rhossili | gales | agosto 2009 |

quarta-feira, setembro 09, 2009

de [perfil]

19 de Setembro, Sábado. Venham lá ter comigo. ;-)


[de] PERFIL – é assim que se apresenta este colectivo de fotógrafos que inaugura o seu espaço na cidade do Porto. A exposição inaugural do Espaço_ALT remete-nos para o perfil pessoal e fotográfico de cada um dos intervenientes neste projecto, mostrando perfis, rostos, palavras e números que funcionam como pistas para a descoberta daquilo que é o universo fotoalternativa.net. Local (mapa).

Saber mais sobre os novos espaços ALT.
Saber mais sobre a exposição "In your face" do espaço ALT Fabrik.
Subescrever a newsletter ALT.

Ver o blog do ALT.

sexta-feira, agosto 14, 2009

Do contra, como é costume.

Férias não são momentos de sol e praia.
Reino Unido não é só Inglaterra.
Conduzir em milhas e à esquerda é uma curte.
Ryan air sucks (2 horas de atraso e tempos de espera doentios à chegada), Tap rulez (40 minutos antes da hora).
Londres é uma cidade meia chata, mas deixa-me com curiosidade de conhecer a Ásia.
...e, come-se muito bem por lá (com esta até eu me demorei a convencer).
Não tenho febre, dores musculares ou tosse.

Olá! :)



| SL6 2XX | maidenhead | uk |

sábado, julho 25, 2009

sexta-feira, julho 24, 2009

Momento homofóbico-parvo-sexista

Eu queria mesmo era que o Miguel Vale de Almeida se fosse enrolar com a Fernanda Câncio.

Quem não sorrir, é estalinista. :)


| o gang das lx3 ou eu tenho dois amores | porto | julho de 2009 |

quarta-feira, julho 22, 2009

Edgar Martins, artista circense.

Recentemente o New York Times, viu-se burlado por Edgar Martins. Na sequência, as fotografias foram retiradas do site e os editores denunciaram a intrujice.

Não há grande coisa a explicar ou sequer a discutir: apesar de anunciar que cria as suas imagens com longas exposições mas sem manipulação digital, verificou-se que no ensaio apresentado a manipulação foi vasta e em certos pormenores grosseira - razão pela qual se viu desmascarado.

Mas o mais decadente é observar as respostas dadas pelo próprio ao Público, em que seguindo o mesmo estilo literário "eu quando estava na administração do BPN nunca vi burlas em lado nenhum" se recusa sequer a admitir que a história foi muito mal contada. «Tenho uma fotografia que mostra um tijolo em cima de uma esponja, que traduz a fragilidade desta situação. Toda a realidade é uma construção».

Imagino alguém (que não eu, claro) a contra-argumentar: «Eu tenho uma fotografia que mostra um nariz de palhaço em cima de um poio, que traduz a ironia desta situação. Toda a fotografia é uma palhaçada de merda.»


Notas:
-As perguntas de Jain Lemos.
-A longa e dispersa discussão no Metafilter.


| duas colunas às 3 da manhã | porto | julho de 2009 |

quarta-feira, julho 08, 2009

Na sequência da constatação anterior...

Começa como um quase nada. Um sentimento difuso que não se traduz em coisa nenhuma. Pequenos impulsos resultantes do estremecimento perante os primeiros sinais de velhice. Um dos mais importantes, o fugaz impulso para frases assassinas. A de hoje: «eu ainda sou do tempo em que os telemóveis tinham antena.»

Se me ouvirem a dizê-lo sem um sorriso, batam-me ou beijem-me. Devagar em ambos os casos, que estou a envelhecer.


| dois meios fiat polski ou seja um | cracóvia | polónia | 2003 |

quinta-feira, junho 25, 2009

Vector_3 U

Esta série foi feita com dois rolos na Primavera de 2007.

A ideia, que não é minha, era fotografar três quilómetros em linha recta. «As fotografias deverão "evitar as pessoas e centrar-se no urbano ou paisagístico contemporâneo"» - dizia-se.

Optei por fotografar o Porto. Mas não queria andar a fotografar o "Porto óbvio". Tracei um percurso da Asprela até ao Lagarteiro, que tem exactamente três quilómetros. As traseiras da cidade são muito grandes e nelas vive muita gente.

Fotografei sequencialmente de oeste para leste. O primeiro rolo em cima da bicicleta, ao fim do dia, até às Antas. O segundo rolo a meio da tarde, a pé das Antas até Azevedo de Campanhã.

No Lagarteiro tive algum receio. Um puto decidiu acompanhar-me por três ou quatro minutos enquanto que me perguntava se trabalhava para a Câm'ra e me advertia que o pessoal podia "bater mal" com as fotografias. Na verdade vi muitos sorrisos mas só disparei três fotos.

Esta é a última.


| 41º09'07''N | 8º34'27''W | porto | 2007 |

domingo, junho 07, 2009

Hoje às 11:47h

JoaoLuc votou hoje às 11:47h. Aos jornalistas presentes, confirmou que era com todo o entusiasmo que votava em Rui Tavares e que gostava bastante mais dele do que de Obama.


Photobucket
| boletim de voto | porto | 7 de Junho de 2009 |

domingo, maio 31, 2009

O génio dos 90 - XI

1993 - É publicada pelo EZLN, a primeira declaração da selva Lacandona, um movimento que enfrentava a ditadura mexicana e inaugurava o século XXI, rompendo com discursos e práticas hegemónicas na esquerda.


| 41º10'16''N | 8º35'18''W | porto | 2007 |

terça-feira, maio 12, 2009

Era uma vez um homem.

Lá em cima há planícies sem fim, há estrelas que parecem correr, há o Sol e o dia a nascer e nós aqui sem parar numa Terra a girar...


| compostela | dezembro 2008 |

quinta-feira, maio 07, 2009

O erro de amostragem.

O segundo quadrante do ue profiler, no respeitante a Portugal parece um deserto. Eu caí aí, coitadinho de mim. :)


| outão | setúbal | abril 2009 |

quarta-feira, abril 29, 2009

Querida geração de Abril.

Querida geração de Abril,
é inevitável olhar para vocês que hoje têm mais de cinquenta anitos e pensar neste país que nos deixaram. Não fosse a vossa geração e uma série de coisas talvez fossem um pouco diferentes. Os direitos democráticos, as eleições livres, as organizações sindicais, a escola pública, o serviço nacional de saúde, os feriados de Abril e Maio e até mesmo a liberdade (que como sabem é a amiga baixinha e chata da Mafalda).

É natural que o tempo esmoreça ânimos, relativize convicções e esqueça velhas quezílias. Os processos revolucionários são dados a posições definitivas, a zangas sérias, a reacções no calor do momento. O tempo parece que acelera nessas alturas. Claro, o tempo, é afinal relativo.

E por isso, meus queridos, vocês que fizeram Abril de vez em quando olham para o país e têm uma certa nostalgia. Há inúmeros casos, mas vejam só como os vossos filhos e os vossos netos são sujeitos a situações abusivas por parte de quem, no poder público, mais responsabilidades tem na protecção da sua dignidade.

E ao olhar para os vossos filhos, que nunca mais saem de casa, sentem - estou certo - alguma dor por pensar que o seu mérito é descartável, que as suas competências não são reconhecidas e que por uma linha de currículum são obrigados a trabalhar de graça (no vosso tempo chamava-se a isso escravatura) e quando têm linhas a mais no currículum são obrigados a escondê-las para que não os considerem "desmotivados" no desempenho de funções menores.

Os vossos filhos estão a um passo de não saber o que é a segurança social, apesar de saberem exactamente o que é um recibo verde, um trabalho temporário ou estágio não remunerado. Quando nascem os vossos netos, os vossos filhos não podem ficar em casa. Recibos verdes. Quando estão doentes não podem ficar de baixa. Estagiários. Quando querem comprar casa precisam de fiadores. Bolseiros.

Querida geração de Abril, vocês hoje são gestores de empresas, ministros e secretários de estado. São directores de serviço, chefes de unidade e administradores públicos. São dirigentes sindicais, deputados e presidentes de junta. São donos de cafés, quiosques e sapatarias. Têm uma casa ou duas, dois carros ou três, três telemóveis ou quatro. É verdade que alguns trabalharam a vida toda e a única política que tiveram foi o trabalho. Hoje têm que trabalhar até aos 65 anos. Outros encostaram-se a este e àquele, lamberam as botas a uns e foram lambidos por outros. Tocaram guitarra nos 70, enganaram a CEE nos anos 80 e fugiram aos impostos nos 90. Alguns já estão reformados e outros estão a ser lixados. Todos sempre gostaram de discutir futebol à segunda-feira de manhã. Votaram na esquerda moderada nas sindicais, no centro moderado nas deputais, e na direita moderada nas presidenciais.

Compreendo que quando às vezes olham para os vosso filhos, fiquem um pouco surpreendidos por eles não saberem bem como era a vida antes de 1974. Os vossos filhos não sabem as dificuldades porque vocês tinha que passar. Às vezes, querida geração de Abril, vocês sentem uma certa ingratidão e incompreensão, não é?

Pois é.

Querida geração de Abril, a questão é que em grande medida, estamos fartos de ser os vossos filhos.



| o eterno retorno | entroido | laza | 2009 |

segunda-feira, abril 20, 2009

Aqui falta qualquer coisa. Um texto. E uma foto. Mas isso seriam duas coisas.


| medina | meknés | marrocos | abril 2009 |

quarta-feira, abril 01, 2009

O génio dos 90 - VIII

1994 - O cometa Shoemaker-Levy espatifa-se em Júpiter. A primeira colisão observada entre dois objectos do sistema solar. Ou pelo menos a primeira a ser documentada.



| rio arnoia | allariz | galiza | fevereiro 2009 |

quarta-feira, março 25, 2009